u_1107_53bc99f

sábado, 17 de julho de 2010

0

Desejos e Loucuras...

Um sonho em que hoje parte se torna realidade
Um amor impossível e adormecido que ao despertar

Surge com tamanha intensidade capaz de superar
As divergências da Sociedade o preconceito dos direitos
E da dignidade, e de repente surge você na minha vida
E agora, aqui estou, em pensamentos, versos e poesias
Amor e carência, desejos e loucuras todos só pra você.
Ah meu amado, ha quanto tempo eu vinha esperando por este dia
Eu te olhava e te ouvia atentamente, sem deixar passar um só detalhe
A cada gesto, a cada expressão no seu modo de falar, de olhar
Ia me enlouquecendo cada vez mais.
Eu já não conseguia ficar longe de você muito tempo
Eu queria apenas te ver de vez em quando
Nem que fosse apenas para ouvir a tua voz, e ver teu rosto meigo
Um desejo eloqüente já tomava conta de mim.
Sentir o calor do teu corpo junto ao meu, afagar teus cabelos, beijar tua boca
Acariciar teu lindo peito, e em seguida lentamente todo o teu corpo macio
E não deixar nem um pequeno detalhe sem o toque suave dos meus dedos
Sussurrar baixinho no teu ouvido palavras de amor e carinho
E ao mesmo tempo gritar para o mundo dessa minha paixão
Louca e desenfreada por você
Sem temer as conseqüências de tudo que possa nos acontecer
Olha amor,
Eu já não consigo mais dormir.
Como se fosse pouco sonhar acordado com você.
Eu já não consigo mais comer.
Pois tua lembrança viva alimenta minha alma
Eu já não consigo mais pensar.
Pois as idéias se confundem em minha mente
Eu não canso de te dizer o quanto é gostoso te amar.
Eu não queria está apenas com você.
Mais também fazer parte de você
Como a roupa que se ajusta ao teu lindo corpo
Esse sorriso que brilha nos seu lábios
Como se fossem o reflexo da luz do luar a noite no lago azul
Essa cueca que aquece teu bumbum torneados como se fossem
Uma obra de arte esculpido a mão ao longo dos anos
Com um talento único e Divino
Eu queria ser a brisa do vento que sopra o teu rosto
Parecendo querer te dizer alguma coisa romântica
O orvalho que molha teus cabelos nas manhãs de inverno
As folhas das arvores que caem sobre ti
Parecendo quererem tocar-lhe nas manhãs de outono
Esse perfume no teu corpo como o aroma das rosas nos jardins
Nas manhãs de primavera
O sol que bronzeia á tua pele tão viva e tão quente
Como uma sedução nas manhãs de verão.
Ah meu querido, se eu pudesse voltar o tempo
E ter você todinho só pra mim.
Hoje eu queria apenas entender
porque essa disparidade do destino nos separa?
E esse tão forte laço de ternura nos une?
Mais até quando..............Até quando...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por me visitar e deixar seu recadinho
obrigada pelo seu carinho!
beijinhos a vc!

Visitantes Recentes!

Ocorreu um erro neste gadget